terça-feira, 30 de novembro de 2010

Gostou das Cervejas de Trigo? Experimenta Licher Weizen Hefe-Weizen

Em 1516, na Alemanha, com a promulgação da Lei da Pureza da cerveja o que se queria era determinar uma qualidade mínima para a cerveja, colocando regras na produção e impedindo que qualquer mistura fosse assim denominada cerveja.
É incrível como, mesmo assim, tantos diferentes estilos foram sendo criados somente com água, maltes de cevada, maltes de trigo, lúpulo e fermento.
Degustei a Licher Weizen, produzida de acordo com a lei de pureza. Que delícia de cerveja!
Licher Weizen By Monich
Líquido laranja muito brilhante. Simplesmente a Weizen com a coloração mais bonita, na minha opinião. Formou um creme muito alto, bem consistente que pareceu chantily. A Carbonatação também estava alta, dando uma boa refrescância à cerveja.
Nos aromas destaque para banana, cravo e laranja.
Licher Weizen By Monich
Muito saborosa com um destaque para o sabor frutado e um pouco cítrico de laranja.
Mas também percebe-se banana e cravo. É uma cerveja leve, refrescante  e muito boa de beber. Realmente uma Weizen de muita personalidade. Excelente cerveja.
Sugiro ficarmos de olho no supermercado para aproveitar as promoções e, sempre que possível, obter uma.


Resumex:
Estilo: 15A. Weizen/Weissbier
Álcool (%):  5,4%
Ingredientes: Água, malte de trigo, malte de cevada, lúpulo e levedura.
Cervejaria: Licher Privatbrauerei
Grupo: Bitburger
Site: http://www.licher.de/brauerei/biere/weizen/
Localização da Fábrica: Lich - Alemanha
País de origem: Alemanha
Tipo de Copo: Weizen
Temperatura de serviço: entre 5 e 7 graus.
Volume:  500 ml
Preço Médio: R$ 8,50
Onde comprar: Em Joinville, já encontrei na Brothaus, na Padaria da Vila, no Angeloni e no Giassi.
Degustada em: 12/10/2010


Curiosidades:
  • A cervejaria que produz a Licher possui uma variedade bem diferente de cervejas, inclusive com algumas mistura que por aqui não deram muito certo, como por exemplo, cerveja com limão. Parece que por lá souberam fazer.

Cerveja em Vídeo:
Não encontrei vídeo sobre a Licher Weizen. 


Meu Ranking no Estilo:
Já é a nona cerveja degustada do estilo 15A. Weizen/Weissbier. Vamos atualizar o ranking:
1 – Edelweiss Weißbier Hefetrüb
2 - Licher Weizen
3 – Bierland Weizen
4 - Eisenbahn Weizenbier
5 – St. Gallen
6 - OPA Bier
7 - Schlau Hefeweizen
8 - Petra Weiss Bier
9 - Erdinger Champ


Muito bom isso. Tá ficando melhor do que eu pensava.
Sigo eu, uns 2 quilinhos mais pesado em função de tanta degustação, mas nada que o verão não cure.
Até o próximo...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Mais uma boa Bock! Petra Bock.

Dia desses estava eu e a Mirian, agora oficialmente minha esposa, passeando pelo mercado e tinha uma promoção no Angeloni. Cervejas Petra por R$ 2,49. Como eu ainda não tinha muito ideia dos preços das cervejas especiais, comprei apenas umas três. Uma delas era a Petra Bock. Se fosse hoje com certeza eu levava umas dúzias.
Petra Bock By Monich
A Garrafa é bem bonita mas parece copiada da Erdinger.
Na aparência estava muito bem com um líquido de cor cobre claro que contra a luz se apresenta bem avermelhada, típica de uma bock. Apresentou um creme bege bem clarinho e alto de muito boa consistência que surpreendeu. Além disso persistiu bem.
No aroma decepcionou pois estava muito fraco. De qualquer forma destacou o malte mas também algum aroma floral e cítrico.
Petra Bock By Monich
O sabor ficou em cima do muro. Não desagradou mas também não teve nada de mais.
Destacou o sabor de caramelo, mas também percebi malte e um leve torrado com predomínio para o adocicado. O corpo parece um pouco aguado mas o retrogosto foi agradável pois foi amargando e perdendo o doce.
Apesar de um pouco aguada e pouco aroma o sabor agrada pelo equilíbrio. O álcool bem perceptível mas de acordo com o estilo.
Andei procurando novamente para comprar e aí é que ficou salgado. R$ 12,40 de jeito algum. Só se encontrar em promoção novamente.


Resumex:
Estilo: 5B. Traditional Bock
Álcool (%):  6,20%
Ingredientes: Água, malte de cevada, cereais não malteados, carboidratos, corante de caramelo INS 150c, lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405.
Cervejaria: Petrópolis
Site: http://www.cervejapetra.com.br/petra/
Localização da Fábrica: Teresópolis - RJ - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Caldereta ou Taça
Temperatura de serviço: Entre 8 e 12 graus
Volume:  500 ml
Preço Médio: R$ 12,90
Onde comprar: Encontrei no supermercado Angeloni.
Degustada em: 11/10/2010


Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 5. BOCK é subdividido em quatro:
5A. Mailbock / Helles Bock
5B. Traditional Bock
5C. Doppelbock
5D. Eisbock
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor.
A Petra Bock é classificada como 5B - Traditional Bock.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", Uma Traditional Bock deve ter teor alcoólico entre 6,3% a 7,2%. Vejam que pelo estilo ainda faltou um pouco de álcool na Petra mas, sinceramente, acho que se tivesse mais álcool ia atrapalhar o sabor. As cervejas desse estilo tem forte aroma de malte e quase nenhum de lúpulo, são encorpadas, com carbonatação moderada e álcool levemente perceptível.


Curiosidades:

  • Pesquisei, pesquisei, e nada. 

Cerveja em Vídeo:
Como é o único vídeo da Petra que achei vou repetindo esse. 





Meu Ranking no Estilo:
Essa já é a quarta degustada do estilo 5B. Traditional Bock. Veja como ficou a atualização do ranking no estilo:
1 – Bierland Bock
2 – Kaiser Bock
3 - DaDo Bier Royal Black
4 - Petra Bock


Sigo eu, bem cansado pois hoje tá tudo do contra, mas com esperanças para amanhã. Boas cervejas para todos. 
Até o próximo...

domingo, 28 de novembro de 2010

Therezópolis Ebenholz

É muito interessante como a indústria cervejeira sempre foi muito importante no desenvolvimento econômico das cidades no mundo todo. Pesquisando um pouco sobre a Therezópolis Ebenholz e a cervejaria que atualmente a fabrica, é possível conhecer que a Cervejaria Claussen & Irmãos não foi só a primeira cervejaria de Teresópolis mas foi também a primeira indústria desse município da região serrana do Rio de Janeiro. É pessoal. Cerveja também é MUITA cultura e MUITA economia. Hoje, também em Teresópolis é a Cervejaria St. Gallen que resgatou esse espírito cervejeiro e produz a Excelente Therezópolis Ebenholz.


Therezópolis Ebenholz By Monich


Essa até o Casca vai gostar. Além de uma aparência convidativa, seus aromas e sabores estão bem equilibrados. Um Creme bege de média altura, bem consistente e persistente. O Líquido no copo é bem escuro mas que, inacreditavelmente, contra a luz fica avermelhado forte.
Therezópolis Ebenholz By Monich
Com uma carbonatação média, agradável aroma de malte tostado e aromas de caramelo, café e pão. Muito sabor de malte tostado e também um leve sabor de café. Retrogosto seco e alcoólico que agrada muito. A medida que foi aumentando a temperatura a cerveja foi ficando mais amarga e com álcool mais perceptível. É uma Cerveja muito boa, bem equilibrada, com aromas e sabores bem inseridos, leve adstringência e uma sensação alcoólica no ponto. Sugiro que você experimente, pois eu, particularmente, já coloquei uma estrela nela. É uma das minhas favoritas.. 


Resumex:
Álcool (%):  5,5 %
Ingredientes: Água mineral, maltes, lúpulos, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405.
Cervejaria: St. Gallen
Site: http://www.therezopolisebenholz.com.br/
Estilo: 4B. Munich Dunkel
Tipo de Copo: Caneca
Volume:  600 ml
Temperatura de serviço: entre 5 a 7 graus
Preço Médio: R$ 7,90
Onde comprar: Em joinville tem no Giassi e no Angeloni.
País de origem: Brasil
Localização da Fábrica: Teresópolis - RJ - Brasil
Degustada em: 11/10/2010


Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 4 Dark LAger é subdividido em três:
4A. Dark American Lager
4B. Munich Dunkel
4C. Schwarzbier ou Black Beer
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor.
A Therezópolis Ebenholz é classificada como 4B.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", uma Munich Dunkel tem aromas doces natural do malte, além de toques de chocolate, caramelo, nozes e não é frutado. A coloração vai de cobre intenso a marrom-escuro. De média carbonatação e colarinho cremoso.


Curiosidade:
  • No próprio livro "Larousse da Cerveja", Ronaldo Morado descreve que muitos cervejeiros consideram uma arte a produção de uma cerveja do tipo Munich Dunkel visto que é muito difícil acertar o ponto de torrefação do malte de cevada.

Ranking no Estilo:
Essa é a segunda cerveja desse estilo que eu degusto e, nesse caso, ficou fácil de escolher. Segue um novo ranking por estilo.
1 - Therezópolis Ebenholz
2 - Nova Schin Munich


Cerveja em Vídeo:
Ora seja....que pena. Nada de vídeos dessa cerveja.


Muito bem, muito bem, muito bem.
Sigo eu, em ritmo acelerado para registrar as minhas amadoras impressões, sendo que a lista ainda está grande. Mesmo assim, nada de pressa. A paciência é amiga da degustação.
Até o próximo..

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Eisenbahn Weizenbock - Show de Aromas e Sabores

Sou fã de cervejas escuras e bock e também de cervejas de trigo. Agora pensa cerveja de trigo e escura? Isso mesmo, são cervejas produzidas com maltes de trigo e maltes de cevada sendo que alguns desses maltes de cevada são tostados. Para ter uma ideia a Eisenbahn utiliza 6 diferentes tipos de malte para produzir a Eisenbahn WeizenbockO que seria de nós sem a coragem da Eisenbahn? 
Eisenbahn Wiezenbock
Excelente Cerveja com um líquido amadeirado escuro e  turvo, creme bege médio bem consistente, pena que não teve persistência. Carbonatação média. Destaque para o aroma com algo floral, “Banana Flambada” e cravo. Sabor delicioso com destaque para um café de 
trigo e para os sabores leves e equilibrados de malte torrado, banana, cravo, muito café e um cítrico seco ao final e ainda aquela sensação alcoólica na medida. 
Eisenbahn Weizenbock
Cerveja bem encorpada e complexa. Um show de aromas e sabores. Retrogosto de café alcoólico muito bom. A medida que foi aumentando a temperatura a cerveja foi ficando mais aromática e saborosa. Cerveja especial para degustar sempre em momentos específicos e também um bom presente para os amigos. Obrigado aos meus por essa que eu ganhei. Já é uma das minhas cervejas favoritas.


Resumex:
Estilo: 15C. Weizenbock
Álcool (%): 8,00%
Ingredientes: Água, malte de cevada e de trigo, lúpulo e leveduras.
Cervejaria: Sudbrack Cervejaria
Grupo: Schincariol
Site: http://www.eisenbahn.com.br
Localização da Fábrica: Blumenau - SC - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Weizen
Temperatura de serviço: entre 8 a 12 graus.
Volume: 355 ml
Preço Médio: R$ 4,30
Onde comprar: Em Joinville tem na maioria dos Supermercados
Degustada em: 11/10/2010



Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 15 German Wheat E Rye Beer é subdividido em quatro:
15A. Weizen ou Weissbier
15B. Dunkelweizen
15C. Weizenbock
15D. Roggenbier (German Rye Beer)
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor.
A Eisenbahn Weizenbock, como o próprio nome já declara, é classificada como 15C.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", Uma Weizenbock pode ter de 6,5% à 8% de graduação alcoólica. É uma cerveja mais amarga e com mais álcool do que as Dunkelweizen. O sabor de malte é percebido mas também apresenta sabores leves de cravo e banana.


Curiosidades:
  • A Eisenbahn Wiezenbock já recebeu:
    -
     Medalha de prata na categoria Cerveja de trigo escura de estilo alemão no Australian International Beer Awards (AIBA) 2009 - Austrália;- Medalha de prata na categoria Weizenbock Dunkel no European Beer Star 2009 - Alemanha.- Medalha de pratana categoria German Style Dark / Dunkel no Australian International Beer Awards 2008 - Austrália.- Medalha de bronze na categoria South German-Style Weizenbock Dark no European Beer Star 2007 - Alemanha.
  • No website da Eisenbahn, cada cerveja tem descrições de características e um quadro com o perfil da cerveja. Veja o da Eisenbahn Weizenbock:


Cerveja em Vídeo:
Nada de vídeos novos para eisenbahn.


Meu Ranking no Estilo:
É a primeira degustada no estilo 15C. Weizenbock. Sendo assim fica única e no topo do ranking do estilo:
1 – Eisenbahn Weizenbock


Além do prazer de degustar as cervejas estou preparado para iniciar produção própria. Aguardem.
Sigo eu dividindo o meu tempo entre degustar, escrever e agora produzir...
Até o próximo....

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

CERPA Pilsen ou CERPA Draft?

Nos últimos dias cada ida a qualquer supermercado é uma expedição em busca de novas cervejas. Invisto algumas meia hora olhando, lendo os rótulos, graduação alcoólica etc. enquanto a patroa faz as compras. Antes disso eu particularmente só conhecia a CERPA Export, mas, em uma dessas buscas nos supermercados, encontrei a CERPA Pilsen ou CERPA Draft.


Cerpa Draft By Monich
É uma cerveja para tomar de dúzia, muito leve e com um sabor agradável. Um líquido amarelo bem claro e translúcido. Creme branco médio, consistente mas não persistente. Sumiu bem rápido. Carbonatação muito alta, vejam na foto abaixo. 
Cerpa Draft By Monich
Aroma muito leve de malte e o lúpulo quase imperceptível. Sabor agradável de malte mas também com lúpulo bem inserido. Apesar da aparência bem clarinha e ser uma cerveja leve e refrescante, o corpo estava bem equilibrado. Encontrei essa em uma promoção no supermercado. É Aguardar mais promoções e encher o carrinho para o verão.
Ah detalhe, apesar do Pilsen no rótulo, pelas características ela não é uma Pilsen, mas isso não muda o sabor. Quanto ao nome, pelo que consegui concluir a CERPA vai utilizar comercialmente CERPA Draft.


Resumex:
Estilo: 1B. Standard American Lager
Álcool (%):  4,5 %
Ingredientes: Água, malte, cereais não malteados, carboidratos, lúpulo, antioxidante INS 300, acidulante INS 270, estabilizante INS 405 e gás carbônico natural.
Cervejaria: CERPA - Cervejaria Paraense S.A.
Site: http://www.cerpa.com.br/
Localização da Fábrica:  Belém - PA - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Chopp ou Caldereta
Temperatura de serviço: entre 0 a 4 graus
Volume:  355 ml
Preço Médio: R$ 1,49
Onde comprar: Encontrei no Angeloni
Degustada em: 10/10/2010


Curiosidade:
  • Esse é uma cerveja nova da CERPA. Foi lançada em outubro de 2010, na arena Cidade Folia em Belém, com um show das musas do tecnomelody. A nova CERPA Draft 'é uma cerveja festeira', afirmou o diretor de marketing da Cerpa, Ibrahim Dahas.
Cerveja em Vídeo:
No show de lançamento a CERPA preparou a gravação de um comercial, porém não consegui encontrar a versão oficial. Encontrei uma parte da gravação, nesse primeiro vídeo postado e também um outro vídeo que não tem nada de especial, mas é o que tem para hoje.









Meu Ranking no Estilo:
Com essa já são sete cervejas degustadas no estilo 1B. Standard American Lager. Vamos para a nova versão do ranking no estilo:
1 - CERPA Draft
2 - Estrella Damm Barcelona
3 - Quilmes
4 - Sol México
5 - Dos Equis
6 - Glacial
7 - Sol Brasil


É a galera do Pará inovando na cerveja assim como na música. Fala sério, "tecnomelody" eu nunca tinha ouvido falar.
SIgo eu surpreso com essas inovações do ser humano, seja na música ou na cerveja.
Até o próximo...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Eisenbahn Dunkel - Premiada e Aprovada.

Eu já tinha tomado alguns copos da Eisenbahn Dunkel na Oktoberfest esse ano em Blumenau e foi amor a primeira vista. Mas agora degustei a engarrafada. De alguma forma ainda prefiro a versão tirada na pressão, mas a engarrafada é muito boa também.
Eisenbahn Dunkel By Monich
Veja que ela tem uma boa aparência com um líquido bem escuro e bonito. 
Coloquei contra a luz e ficou um avermelhado escuro. 
Eisenbahn Dunkel By Monich
O creme bege de média altura, boa consistência e média duração ajudou na aparência. Faltou mais aroma mas destaca-se bem o  malte tostado e café. O malte tostado domina no sabor juntamente com o amargor. Em alguns momentos, no sabor, o malte parecia um pouco queimado. Retrogosto mais amargo e tostado
A medida que foi aumentando a temperatura a cerveja foi ficando mais amarga. Nada de caramelo. É no malte tostado mesmo. Muito boa opção. Se você é fã de cervejas escuras não deixe de experimentar. Se você não é fã, essa é a cerveja para começar a gostar.


Resumex:
Estilo: 4C. Schwarzbier (Black Beer)
Álcool (%): 4,80%
Ingredientes: Água, 5 tipos de maltes de cevada e lúpulo.
Cervejaria: Sudbrack
Grupo: Schincariol
Site: http://www.eisenbahn.com.br
Localização da Fábrica: Blumenau - SC - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Caldereta
Temperatura de serviço: entre 8 a 12 graus.
Volume: 355 ml
Preço Médio: R$ 4,45
Onde comprar: Em Joinville tem na maioria dos supermercados
Degustada em: 10/10/2010


Curiosidades:

  • A Dunkel é a cerveja mais premiada da Eisenbahn. Dê uma visitada no Website e confira.

Cerveja em Vídeo:
É uma pena mas não encontro vídeos publicitários da Eisenbahn. Vamos procurando.


Meu Ranking no Estilo:
A Eisenbahn Dunkel é a quarta Schwarzbier desgustada. Ela assume o topo desse ranking no estilo:
01 – Eisenbahn Dunkel
02 – Köstritzer
03 - Petra Schwarzbier
04 - Bohemia Escura

Não é por acaso que a Eisenbahn Dunkel recebeu tantos prêmios. Realmente é uma cerveja diferenciada. Sigo eu, também premiado mas é com as cervejas que já degustei e as que ainda vou degustar.
Até o próximo.....

terça-feira, 23 de novembro de 2010

X Wäls - Cerveja Light

Para quem acha que no mundo cervejeiro não há preocupação com os "quilinhos" a mais está bem enganado. Primeiro que cerveja não engorda, alimenta. De qualquer forma, assim como em qualquer outro alimento ou bebida, temos versões "light" para cervejas também.
Novamente fiquei surpreso com a Wäls. Primeiro pela coragem em produzir uma Light e segundo por conseguir entregar uma cerveja melhor do que se possa imaginar para o estilo. 
Conheçam a X Wäls a cerveja Light produzida em Belo Horizonte.
X Wäls By Monich
Com um líquido dourado translúcido e brilhante. Creme branco consistente de média altura e média duração. Alta carbonatação. Aromas herbáceos leves do lúpulo e também aromas de malte. No sabor, destaque para o malte mas também é bem perceptível o lúpulo. Cerveja bem saborosa, refrescantes e cheirosa. O equilíbrio entre malte e lúpulo está bem equacionado. O que nós queremos mais do que isso? 
X Wäls by Monich
Bom, na verdade falta um melhor custo/benefício. Aqui no Sul ela está chegando por R$ 5 e alguma coisa. Se não fosse o preço salgado poderia ser a cerveja do dia a dia, sem dúvida.
Enquanto isso, vamos tomando as "não light" e queimamos as calorias a mais na caminhada/corrida mesmo.


Resumex:
Estilo: 1A. Premium American Lager
Álcool (%): 4,0%
Ingredientes: Água, malte, lúpulo, leveduras e antioxidante ácido isoascórbico (INS 315).
Cervejaria: Wäls
Site: http://www.wals.com.br/
Localização da Fábrica: Belo Horizonte - MG - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Chopp
Temperatura de serviço: entre 0 a 4 graus.
Volume: 355 ml
Preço Médio: R$ 5,40
Onde comprar: Encontrei na Brothaus ou http://www.columbanus.com.br
Degustada em: 10/10/2010



Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 1 Ligth Lager é subdividido em cinco:
1A. Lite American Lager
1B. Standard American Lager
1C. Premium American Lager
1D. Munich Helles
1E. Dortmunder Export
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor.
A X Wäls é classificada como 1A.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", Uma Lite American Lager é uma cerveja muita clara, com aroma de malte quase imperceptível, pode receber adição de milho ou arroz, tem alto nível de carbonatação com espuma branca e pouco persistente.



Curiosidades:

  • Cervejas do estilo 1A. Lite American Lager realmente são desenvolvidas para atender a demanda cada vez maior por produtos com menos calorias.

Cerveja em Vídeo:
Não encontrei vídeo para a X Wäls.


Meu Ranking no Estilo:
Como é a primeira degustada nesse estilo 1A. Lite American Lager ela fica no topo do ranking no estilo:
01 – X Wäls


Bebendo e aprendendo. Sigo eu, preparado para dar uma corridinha e queimar uma calorias já que a X Wälls por aqui está pesando no bolso, mas depois tem mais degustação por aqui.
Até o próximo.....

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Zillertal - Nem só de mate vivem os Gaúchos!

Quando imaginamos os gaúchos ou gaúchas Uruguaias logo vem a figura deles ou delas segurando uma garrafa de água quente e tomando um mate. Mas quem disse que no Uruguai só tomam mate? Apesar do frio, tem cerveja por lá também. O Brussain que o diga. Degustei a Zillertal e sabe que é muito boa.
Zillertal By Monich
É uma cerveja do mesmo estilo das principais "Premium" brasilieiras (Brahma Extra, Bavária Premium, Cerpa Export) só que mais saborosa e mais amarga um pouco. O que me agrada bem. Gostei mesmo da Zillertal. A coloração do líquido é de um dourado claro que agrada. Já o creme não subiu muito e sumiu logo. A carbonatação estava média alta. Com aromas destacados pelo lúpulo mas também percebe-se aroma de malte. No sabor destaque para o amargor do lúpulo. Cerveja refrescante, bem leve e um pouco aguada. À medida que foi aumentando a temperatura a cerveja foi ficando mais amarga. Boa cerveja com um custo aceitável e com um amargor em destaque. Realmente nem só de mate vive o gaúcho uruguaio. Tenemos buenas cervezas también.


Resumex:
Estilo: 1C. Premium American Lager
Álcool (%): 5,00%
Ingredientes: Água, malte, adjuntos cervejeiros, lúpulo, antioxidante INS 224, estabilizante INS 405 e dióxido de carbono INS 290.
Cervejaria: FNC
Grupo: Anheuser Inbev
Site: http://www.zillertal.com.uy/
Localização da Fábrica: Montevideo - Uruguai
País de origem: Uruguai
Tipo de Copo: Pilsner, Chopp ou Caldereta
Temperatura de serviço: entre 0 a 4 graus.
Volume: 970 ml
Preço Médio: R$ 6,20
Onde comprar: Em Joinville tem no supermercado Big
Degustada em: 10/10/2010


Curiosidades:
  • A Zillertal utiliza, em suas campanhas, temas como arte, arquitetura, desenho, cinema, fotografia, moda, música, sustentabilidade e tecnologia.
Cerveja em Vídeo:
A Zillertal possui boas campanhas que chamam atenção. Escolhi duas delas.










Meu Ranking no Estilo:
Onze, já são onze cervejas do estilo 1C. Premium American Lager que foram degustadas. Vamos para a atualização do ranking no estilo:
01 – Heineken
02 – Petra Aurum
03 - Stella Artois
04 - Bamberg Pilsen
05 - Zillertal
06 - DaDo Bier Lager
07 - Eisenbahn Pilsen
08 - Cerpa Export
09 - Brahma Extra
10 - Birra Moretti
11 - Amstel Pulse


Quem diria que nas terras frias e famosas pelo mate quente teríamos tão boa cerveja.
Sigo eu, com saudades de tomar um mate mas com mais saudades ainda de tomar uma cerveja geladinha.
Até o próximo.....

domingo, 21 de novembro de 2010

CARACU - Energia Natural!

Quem é que nunca ouviu alguma história misteriosa ou curiosa sobre a cerveja Caracu? Desde que a cerveja serve como remédio até a mistura dela com ovo para criar um potente afrodisíaco. Verdade ou mentira, não sei. Só sei que a CARACU é uma das cervejas bem antigas produzida no Brasil e que sobreviveu porque tem muita gente que curte, ou que precisa mesmo..
Caracu By Monich
 sou consumidor da Caracu faz um tempinho mas só agora resolvi degustar de verdade.
Líquido bem escuro que parece café. Creme bege, de baixa altura, com média consistência média e pouca duração. Aroma fraco de café mas também perceptível aroma de malte torrado. No sabor chama atenção o café torrado mas percebe-se também um leve adocicado com um leve amargor e final seco. 
Boa cerveja com um custo benefício bem aceitável. Para quem quer começar a variar é uma opção.

Resumex:
Álcool (%):  5,4 %
Ingredientes: Água, malte , cereais não malteados, carboidratos, lúpulo, malte torrado, corante caramelo INS 150c.
Cervejaria: Ambev
Grupo: Anheuser Inbev
Site: http://www.ambev.com.br/pt-br/nossas-marcas/cervejas/caracu/caracu
Estilo: 13B. Sweet Stout 
Tipo de Copo: Taça ou Caldereta
Volume:  355 ml
Temperatura de serviço: entre 8 a 12 graus
Preço Médio: R$ 1,80
Onde comprar: Em joinville tem na maioria dos supermercados.
País de origem: Brasil
Localização da Fábrica: Jacareí - SP - Brasil
Degustada em: 08/10/2010


Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 13 Stout é subdividido em seis:
13A. Dry Stout
13B. Sweet Stout ou Cream Stout
13C. Oatmeal Stout
13D. Foreign Extra Stout
13E. American Stout
13F. Russian Imperial Stout
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor.
A Caracu é classificada como 13B.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", Uma Sweet Stout é uma cerveja cremosa, com espuma densa, adocicada e levemente amarga.


Curiosidade:
  • Conforme registro no website da Ambev, a cerveja Caracu surgiu em 1899 na cidade de Rio Claro, interior de São Paulo. É a primeira cerveja stout do Brasil. Seu nome remete a uma raça de touros conhecida pela força e vitalidade. O controle acionário das Cervejarias Reunidas Skol - Caracu S.A foi adquirido pela Brahma no ano de 1980.
  • Há lendas que dizem que a cerveja Caracu é um remédio ou ainda um afrodisíaco.
  • Caracu é o nome de uma raça de touros.
  • O rótulo da Caracu foi mudado e o rosto atual é de um touro bem conhecido, o já falecido touro Bandido.

Ranking no Estilo:
Essa é a segunda Sweet Stout degustada. Então vamos criar um novo ranking por estilo.
1 - Xingu
2 - Caracu


Cerveja em Vídeo:
Eu particularmente acho muito legal ver reclames e progragandas mais antigas. Além de saudosismo, também mostra a evolução do ser humano seja nas roupas, nos cabelos ou no jeito de falar. Mas também mostra que criatividade não tem época. Encontrei esse vídeo no youtube e vale a lembrança.







É o espírito cervejeiro nacional mostrando que com perseverança e um pouco de teimosia é possível sobreviver no mundo dos negócios...
Sigo eu, acreditando que cerveja é um bom negócio, mas com a certeza de que é um excelente e divertido passatempo.
Até o próximo..

sábado, 20 de novembro de 2010

Buscando Novos Sabores? Leffe Blond é a cerveja!

0 1516 os duques Wilhelm iV e Ludwig X decretaram a famosa lei de pureza, Reinheitsgebot, na Alemanha com o objetivo de garantir ao consumidor que as cervejas alemães seriam produtos de qualidade e rejeitando bebidas que se rotulavam cervejas mas que usavam arroz, milho, frutas, etc.  Na lei de pureza, estava descrito, entre outras coisas, que os únicos ingredientes possíveis par a fabricação de cerveja eram água, cevada e lúpulo.  Muito bem.... Com isso realmente a as cervejas alemãs ganharam muito em qualidade e variedade, com os ingredientes utilizados, porém perdeu em criatividade e mais variedade ainda. Já os Belgas, em desacordo com a Reinheitsgebot, sempre foram a favor de novas experiências e, com isso, conseguiram criar cervejas bem diferenciadas. A Leffe Blond é uma delas. Simplesmente única e grande representante Belga.
Leffe Blond By Monich
Degustei a Leffe Blond e tive uma bela surpresa. Realmente é de ajoelhar. 
Leffe Blond 2 By Monich
É uma cerveja bem diferenciada com um líquido dourad, creme branco, bem consistente e de média altura mas com pouca duração. Carbonatação bem alta com bolhas subindo o tempo todo. Muito aroma e bem frutado e também perceptível aromas cítricos e adocicados. No sabor, destaque para o frutado mas também percebe-se o sabor de malte, fermento, um leve cítrico e amargor do lúpulo. Retrogosto bem amargo, mas muito bom.
Simplesmente Excelente. Cerveja bem encorpada, complexa mas equilibrada. O álcool inserido está no ponto. É preparar o bolso e buscar uma dúzia para sempre ter em casa.


Resumex:
Álcool (%):  6,60 %
Ingredientes: Água, malte de cevada, cerais não malteados, carboidratos e lúpulo.
Cervejaria: Abbaye de Leffe
Grupo: Anheuser Inbev
Site: http://www.abbaye-de-leffe.be
Estilo: 18A. Belgian Blond Ale 
Tipo de Copo: Cálice Trapista, Tulipa ou Taça
Volume:  330 ml
Temperatura de serviço: entre 5 a 7 graus
Preço Médio: R$ 6,75
Onde comprar: Em Joinville tem no Angeloni.
País de origem: Bélgica
Localização da Fábrica: Dinant - Bélgica
Degustada em: 06/10/2010


Curiosidade:

  • A Leffe Blond foi criada em 1240.

Ranking no Estilo:
É a primeira cerveja degustada nesse estilo. Sendo assim, ela precisa estar no topo do  ranking por estilo.
1 - Leffe Blond


Cerveja em Vídeo:
Vídeo muito bom da Leffe que merece ser visto.
video




Tá ficando bom esse negócio de degustação. Cada dia eu encontro uma nova surpresa.
Sigo eu, surpreso com as cervejas e feliz em pode degustá-las.
Até o próximo..