segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Black Princess


Sempre que eu visitava a área de cervejas no supermercado ficava de olho no preço dessa cerveja. E o preço nunca baixou. A fama dela era grande entre as pessoas que eu havia conversado e então minha curiosidade vinha aumentado. Resolvi comprar de uma vez a Black Princess.


Black Princess - Foto By Monich
A aparência animou com um líquido escuro mas não total, creme de cor marrom de boa formação e altura, excelente consistência e grande persistência.
Chamaram atenção as grandes bolhas que estavam se formando.
Aromas bem presentes com domínio do caramelo e torrefação.
No sabor a impressão já não agradou tanto. O leve torrado e toque de café não chamaram atenção e o caramelado e adocicado médio desequilibraram. Esse adocicado persistiu no retrogosto.
Com um corpo leve e média carbonatação é uma cerveja que não chama muita atenção. Como eu esperava muito dessa cerveja acabei ficando decepcionado. 

Certamente eu deveria ter esperado uma promoção. Na minha opinião não vale o preço cobrado.
Resumex:
Álcool (%):  4,80 %
Ingredientes: Água, malte de cevada, cereais não malteados, carboidratos, corante caramelo III (INS 150c), lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405.
Cervejaria: Cervejaria Petrópolis.
Website: http://www.cervejablackprincess.com.br
Estilo: 4A. Dark American Lager.  
Tipo de Copo: Caldereta
Volume:  600 ml
Temperatura de serviço: entre 8 a 12 graus
Preço Médio: R$ 18,00
Onde comprar: Em Joinville só encontrei no Angeloni.
País de origem: Brasil
Localização da Fábrica: Teresópolis - RJ
Degustada em: 14/10/2011.

Curiosidades:
  • Em Dezembro de 2006 A Cervejaria Teresópolis relança a cerveja Black Princess produzida pela antiga cervejaria Princeza que funcionou de 1882 a 2000.
  • No dia 24 de maio de 2007 a Cervejaria Petrópolis (Itaipava e Cristal) incorpora a Cervejaria Teresópolis, fabricante das cervejas Lokal, Black Princess e Therezópolis.
  • No website oficial da cervejaria é informado que a Black Princess é produzida desde 1882 e com a chancela do imperador D.Pedro II, por utilizar a palavra princesa no nome.

Mais sobre o Estilo:
Conforme o BJCP (Beer Judge Certification Program) o Estilo 4 Dark LAger é subdividido em três:
4A. Dark American Lager
4B. Munich Dunkel
4C. Schwarzbier ou Black Beer
A classificação em um estilo ou outro está relacionada com os ingredientes, tipos de maltes, graduação alcoólica, coloração e IBU amargor. A cerveja Black Princess é classificada como 4A.
Conforme Ronaldo Morado, no livro "Larousse da Cerveja", uma Dark American Lager tem aromas de malte pouco percebido e pode ser levemente frutada. Com uma cor que varia de âmbar-profundo ao marrom-escuro. Deve ser pouco encorpada e bastante carbonatada.

Cerveja em Vídeos:
Encontrei esse vídeo de um comercial da Black Princess:

Comercial Black Princess

Ranking no Estilo:
Mais uma cerveja que é a primeira de um estilo que experimento. Então vamos criar um novo ranking.
1 - Black Princess

Sigo eu, derretendo com o calor e refrescando com cervejas.
Até o próximo...

14 comentários:

  1. Pô, fiquei curioso, mas não achei no site do Angeloni. Fico com tua impressão e compro umas cervas de 1,15 pro fim de semana com a grana. :)

    ResponderExcluir
  2. Fala Serjão.
    Nesse calor acho que tú fez um bom negócio.
    Ela vale só como experiência.
    Deixa para experimentar outrora.
    Abraços.
    Monich

    ResponderExcluir
  3. Nossa, amei Black Princess Gold, também é bem maltada e leve! Pena que é meio cara, vale a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Lucas, ela sempre teve um preço mais alto.
      Também gostei mas bebi só duas até hoje.
      Não a vi mais por aqui.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  4. 1 - A cerveja é de excelente qualidade.
    2 - Deve ser tomada na temperatura e época certas
    3 - Assim como vinho bom, não é cerveja pra quebrados.

    Tomá-la no verão comendo picanha, realmente não vai dar.

    Enfim, tome numa noite fria em Penedo RJ ou Campos do Jordão SP, enquanto degusta (traça) um Fundoe e depois de o palpite...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, obrigado pelo acesso e comentário.
      Minha opinião foi relacionada com o preço x benefício. Atualmente o preço dessa cerveja já deu uma boa melhorada nos mercados por aqui.
      Discordo da sugestão de que deve ser tomada em épocas certas.
      Cerveja boa pode ser bebida em qualquer época.
      Sou fã de bock, por exemplo. e acabo fazendo um estoque para beber o ano todo, já que é vendida sazonalmente, infelizmente.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
    2. Você foi muito polido com esse babaca bosta seca mal educado, que nem tem coragem de se identificar...
      Na vida, coisa boa é coisa boa; e coisa ruim é coisa ruim. Ponto. Isso em tudo. E com cerveja não é diferente. Sempre fui de vinhos, nunca de cerveja. Com a experiência em outros países, comecei a tomar cerveja; mas é apreciar, degustar, não é encher a cara, como o povão faz. É uma cerveja, bem aproveitada, muito bem acompanhada. E tem muita coisa boa, algumas até vendem no Brasil. Mas quase todas as fabricadas no Brasil são uma total porcaria. Salvo raríssimas exceções. Essa não é uma delas. Essas cervejarias chinfrins brasileiras não produzem normalmente coisas boas...
      Abraço, Miguel.

      Excluir
    3. Cerveja escura com corante caramelo III ?!?!?!? Ja perdeu credibilidade...

      Excluir
  5. Você foi muito polido com esse babaca bosta seca mal educado, que nem tem coragem de se identificar...
    Na vida, coisa boa é coisa boa; e coisa ruim é coisa ruim. Ponto. Isso em tudo. E com cerveja não é diferente. Sempre fui de vinhos, nunca de cerveja. Com a experiência em outros países, comecei a tomar cerveja; mas é apreciar, degustar, não é encher a cara, como o povão faz. É uma cerveja, bem aproveitada, muito bem acompanhada. E tem muita coisa boa, algumas até vendem no Brasil. Mas quase todas as fabricadas no Brasil são uma total porcaria. Salvo raríssimas exceções. Essa não é uma delas. Essas cervejarias chinfrins brasileiras não produzem normalmente coisas boas...
    Abraço, Miguel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miguel, obrigado pelo acesso e comentário.
      Estamos engatinhando na evolução cervejeira, seja no consumo ou na produção.
      De fato estamos muito melhores hoje que há cinco anos.
      Na minha opinião temos algumas ótimas cervejas nacionais e realmente muitas ruins.
      Vamos melhorar isso.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  6. Sou viciado nessa cerveja...acho q ela consegue achar um equilíbrio incrivel entre o doce e o amargo. Abs

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito principalmente por não ser tão doce.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito principalmente por não ser tão doce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angélica, obrigado pelo acesso e comentário.
      Realmente ela não é tão doce mesmo.
      Procure por outras cervejas do estilo Stout, Dry Stout, Oatmeal Stout ou ainda Sweet Stout e experimente.
      Um abraço.

      Excluir