sexta-feira, 27 de julho de 2012

Receita de Cerveja Caseira - Belgian Blond Ale

Junto com essa curiosidade de conhecer novas cervejas veio também a vontade de fazer cerveja em casa. 
Depois do curso feito em 2010, da leitura de vários blogs e de visualizar um caminhão de vídeos, comprei os equipamentos e fiz minha primeira brassagem no dia 29 de novembro de 2010.
Essa primeira cerveja foi uma Belgian Blond Ale de receita já pronta que veio no Kit de insumos que comprei do Dorval na MasterBrau.


Lá vai a receita para uma produção de 20 litros:

MALTES:
Pilsen    5 Kg


Fiz a moagem dos maltes na Fass Bier porque tive problemas no moedor, conforme relatei na época. 
http://monicheascervejas.blogspot.com.br/2011/01/senhoras-e-senhores-com-voces-afrodite.html

MOSTURA:
16 litros de água mineral.
Iniciei esquentando a água até 68˚C
Coloquei os maltes.
Mantive em 65˚C por 60 minutos
Subi para 78˚C e mantive por 15 minutos


RECIRCULAÇÃO:
Fiz a recirculação com uma jarra e escumadeira, umas dez vezes e a jarra era de 2 litros.

LAVAGEM:
Utilizei 20 litros de água mineral para a lavagem

FERVURA E LUPULAGEM:
Preparei para uma fervura de 60 minutos
15 gr. Cascade  faltando 60 minutos
10 gr. Cascade  faltando 30 minutos
05 gr. Cascade faltando 15 minutos

RESFRIAMENTO:
Utilizei dois chiller para o resfriamento. Um em um balde com gelo e outro dentro da panela. Somente água passando por dentro dos chillers.
Consegui passar uns 16 litros para o balde de fermentação.
Detalhe, nem tinha ideia que tinha que evitar levar o lúpulo junto. 
Outra coisa, nessa nem lembro de ter medido OG.

FERMENTAÇÃO:
Utilizei o fermento US-05
Deixei o balde fermentando em temperatura ambiente (alta porque era verão) por 7 dias.
Detalhe é que eu também não tinha air lock e tive que montar um.
Fiz a troca de balde e deixei por mais 7 dias.
O que era para ser maturação virou 7 dias de fermentação secundária.


PRIMING:
Conforme também já relatei a apostila continha um erro e acabei fazendo cagada no priming. Utilizando 8 gramas de solução por litro ao invés de 8 gramas de açúcar por litro.
Tive que fazer um segundo priming e injetar garrafa por garrafa.


ENVASE:
Consegui envasar 23 garrafas de 600 ml.
Uns 14 litros.
É pouco, mas a culpa foi do tamanho do balde.
Só consegui carbonatação uns 15 dias após o primeiro priming.

RESULTADO:
Após a refermentação na garrafa a cerveja estava bem encorpada e frutada, principalmente porque a receita era para 20 litros e acabei reduzindo o resultado para menos, porém com os mesmos insumos.




Em homenagem a Deusa do Amor, batizamos essa cerveja de AFRODITE.
Atualmente sua receita teve mudanças que vou postar futuramente.


E você, nunca pensou em fazer cerveja em casa?

Sigo eu, degustando e produzindo. Sempre com a ajuda dos amigos e, principalmente, da família.
Até o próximo.

23 comentários:

  1. Meio copo de mel, meio copo de leite.
    Que espuma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí James.
      E ainda muito aroma e sabor de frutas pois fermentou no tempo em pleno novembro.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  2. Buenas Monich, muito bom seu blog. Acabei de colocar fermentar minha segunda cerveja Pale Ale, e espero que esta eu acerte, pois a primeira não teve uma boa carbonatação e aconteceu o mesmo da sua, menor quantidade de cerveja que o previsto, com a quantia normal de lúpulo e fermento. Ficou muuuito amarga e com um leve cheiro de fermento, além de ter ficado xoxa e não fazer espuma. Meu primming também foi muito ruim. Espero acertar a segunda.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Mestre Maichel, muito obrigado pela visita e comentários.
    O Priming é sempre um desafio. Às vezes passa do ponto outras falta, mas é assim mesmo.
    Ainda hoje sofro um pouco cada vez que faço.
    Mas, na maioria das vezes, acerto.
    O cheiro de fermento pode ser pelo tempo que ficou fermentando. O ideal é controlar a temperatura e o tempo com verificação da FG.
    Assim temos sempre um resultado melhor.
    Vamos trocando informações e assim crescemos juntos.
    Um abraço.
    Monich

    ResponderExcluir
  4. olá amigo, tudo bem? estava lendo o seu blog e resolvi tira uma duvida com vc.
    hj eu engarrafei a minha Blonde ale, a receita era de 20 litros e no final da fermentação resultou em 14 litros e deu 23 garrafas de 600ml, eu fiz um priming para 20 litros e só fui perceber isso depois. calculei 300 gramas de açucar e 300 ml de água com duas gotas de limão, gostaria de saber se vou ter um cerveja de qualidade ? pois é a minha primeira leva obrigado !!

    ResponderExcluir
  5. Salve Leandro, fico agradecido pela visita e pelo comentário.
    Qualidade não é o problema.
    Supercarbonatação e até explosão de garrafas sim pode ser o problema.
    Para uma leva de 14 litros você utilizou 300 gramas de açúcar, o que dá 21,4 gramas por litro. É demais. 5 g/l dá uma carbonatação baixa, 7g/l uma carbonatação média e até 12 g/l uma carbonatação alta.
    Então cuidado, controle a temperatura em que estão as garrafas para que não estourem.
    Já aconteceu comigo e, além de perigoso, faz uma sujeira das grandes.
    Faz quantos dias que você engarrafou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engarrafei ontem vai fazer um dia. coloquei-as na geladeira em média 15° a 18°C, posso deixa-las ? porque eu tinha deixado umas em temperatura ambiente e estava criando espuma, já as da geladeira não. abraços obrigado

      Excluir
    2. Leandro, sugiro que você mantenha todas na geladeira.
      Pode ser nessa temperatura por mais uns 4 dias.
      Depois abra uma para verificar como estão. Se verificar que já estão bem carbonatadas diminua a temperatura para menos de 8 para inativar o fermento. Cuidado também ao abrir a garrafa. Vamos trocando informações para ver como fica. Um abraço.

      Excluir
    3. olá Monich, obrigado desde já pelas dicas.Estou mantendo na geladeira as garrafas e vou abrir uma amanhã pra teste,Estou na expectativa depois eu posto o resultado aqui. Abraço

      Excluir
    4. Beleza Leandro, vamos torcer que dê tudo certo. Avisa aí como ficou.

      Excluir
    5. olá Monich, abri a minha primeira cerveja e tirei umas fotos só que não dá pra postar aqui, o resultado foi dentro do esperado até que criou espuma, o que vc me diz sobre o fundo da garrafa decanta e fica com uma cor branca ??

      Excluir
    6. Leandro, por favor, envie para marcelo.ricardo.monich@gmail.com
      O priming gera uma refermentação na garrafa.
      Essa refermentação é responsável pela formação desses sedimentos no fundo. Estamos mais acostumados de ver isso em cervejas de trigo, mas é a refermentação mesmo.
      Eu prefiro beber sem esse fermento, também conhecido como Activia. hehehe, ele amarga um pouco e turva muito a cerveja.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
    7. opa blz, então eu posso beber normalmente até o final da garrafa ? a conteceu isso mesmo que vc disse no final ficou bem turva vou enviar a foto pra vc ver com é que ficou
      add o meu tbm e-mail
      leandro_mnbass@hotmail.com
      abrços

      Excluir
  6. adicionei vc no facebook pode ser ?
    lá tem as fotos no meu album, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro, já verifiquei lá e vi as fotos.
      Show de bola.
      Abraços.
      Monich

      Excluir
  7. Respostas
    1. Carlos, obrigado pelo comentário e pela visita.
      Fique a vontade para repetir ou melhorar a receita.
      Só avisa aqui como ficou.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  8. O que vc quer dizer com : Utilizei 20 litros de água mineral para a lavagem"?
    Seria mais 4 litros na etapa de recirculação certo? completando os 20 da receita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matheus, obrigado pelos comentários.
      Na verdade são + 20 litros para a lavagem.
      Uma parte dessa água toda fica retida no próprio malte. Uma outra parte será evaporada na fervura.
      Ao fim, teremos os 20 litros.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  9. Bom dia!
    Qual a temperatura ideal da água para lavagem?
    Após a recirculação a água já deve estar aquecida certo?
    valeu pelas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matheus, muito obrigado pelo comentário e acesso.
      A água de lavagem deve estar em torno de 78 graus C.
      Sim, é bom deixar a água já esquentando durante a recirculação para ganhar um tempinho.
      Espero ter ajudado.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir
  10. Monich,
    utilizou somente malte pilsen?
    e essa espuma... nossa que espuma... oq fizeste para ter essa beleza de espuma?
    abs. Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, muito obrigado pelo acesso e pelos comentários.
      Utilizo também um pouco de Carapils, Carahel, malte de trigo e um punhado de biscuit.
      A espuma foi um pouco de excesso de açúcar no primming, mas ficou muito boa.
      Um abraço.
      Monich

      Excluir