quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A Bohemia também faz uma de trigo. Bohemia Weis!

Das minhas lembranças, a Bohemia Weiss foi a primeira cerveja de trigo que eu vi e tomei. Naquela ocasião eu comprei por curiosidade mas meu objetivo era beber muitas. Então comprei só uma, até achei boa mas um tanto "forte" e de gosto estranho. Normal para quem  não sabia o que esperar da cerveja. Resolvi comprá-la novamente, agora sabendo o que esperar.

Bohemia Weiss By Monich
Sem dúvida o pioneirismo da Bohemia no Brasil é de respeito, mas hoje, acredito eu, essa cerveja merece um ajuste na fórmula para agradar um pouco mais.
Aromas tradicionais das cervejas de trigo. A banana aparece bem forte, já o cravo e o fermento de pão aparecem bem mais leve.
A Aparência agrada com um líquido dourado turvo, creme branco que subiu bastante, de boa consistência e que durou bem.

Bohemia Weiss - Levedura em suspensão. Normal para o estilo.
Já no sabor, tanto a banana como o cravo aparecem muito leve. Percebi também o sabor do trigo mesmo e algo cítrico. Faltou, pelo menos, um leve amargor para equilibrar. O retrogosto fica um pouco cítrico e algo meio salgado ou azedo.
Poderia ser um póuco mais leve. Parecia um tanto carregada. A Alta carbonatação ajuda mas não facilita muito a dinkability.
A sensação inicial foi até boa mas aos poucos foi enjoando. De qualquer forma, uma garrafa vai, duas já acho demais.
O preço não está tão alto, porém temos opções de cervejas de trigo um tanto melhores e no mesmo preço.

Resumex:
Estilo: 15A. Weizen/Weissbier
Álcool (%):  5,60%
Ingredientes: água, malte de trigo e cevada, cereais não maltados, lúpulo e estabilizante INS 405.
Cervejaria: Ambev
Grupo: Anheuser Inbev
Localização da Fábrica: Jacareí - SP - Brasil
País de origem: Brasil
Tipo de Copo: Weizen
Temperatura de serviço: entre 0 e 4 graus.
Volume:  550 ml
Preço Médio: R$ 6,50
Onde comprar: Em Joinville encontrei no Giassi..
Degustada em: 13/11/2010

Curiosidades:
  • A Bohemia Weiss foi lançada em 2.003.
  • A própria Bohemia declara que a cerveja é feita com malte de trigo francês e lúpulo e levedura importados da Alemanha.
  • Para produzir a primeira cerveja de trigo brasileira, foram anos de viagem pela Europa, em busca das tradições que deram origem às primeiras cervejas de trigo feitas no Velho Mundo.
  • A Cervejaria Bohemia foi fundada em 1853.
    Fonte: http://mundodasmarcas.blogspot.com/2006/07/bohemia-primeira-cerveja-do-brasil.html

Cerveja em Vídeo:
A Bohemia capricha tanto no website como nos vídeos que ela produz. Separei alguns que achei interessante.
Comercial Bohemia


Como Servir uma Bohemia Weiss


Bohemia - A primeira Cerveja do Brasil

Meu Ranking no Estilo:
O ranking de cervejas degustadas no estilo 15A. Weizen/Weissbier está indo muito bem. Vamos atualizar o ranking por estilo:
01 – Edelweiss Weißbier Hefetrüb
02 - Franziskaner Heffe-Weissbier Hell
03 - Licher Weizen
04 – Bierland Weizen
05 - Eisenbahn Weizenbier
06 - Schneider Weisse Unser Original TAP 7
07 – St. Gallen
08 - OPA Bier
09 - Schlau Hefeweizen
10 - Erdinger WeissBier
11 - Bohemia Weiss
12 - Petra Weiss Bier
13 - Erdinger Champ

Mesmo ficando mais abaixo no ranking a Bohemia Weiss tem meu respeito e merece sempre uma nova degustação.
Sigo eu, já vendo as receitas de como fazer uma cerveja de trigo e preparado para degustar outras e outras.
Até o próximo...

Um comentário:

  1. http://rezenhando.wordpress.com/2017/05/23/degustando-a-bohemia-14-weiss/


    A Cervejaria Bohemia apresenta três novos rótulos especiais, que apostam em estilos consagrados de cerveja. Weissbier, Viena Lager e Pale Ale são os estilos das novas cervejas. Comprei a Weiss e a Viena Lager para compartilhar com vocês minha experiência degustando. Até agora eu apenas pude apreciar a 14-Weiss, confiram minhas impressões sobre ela.

    Novamente nos deparamos com uma cerveja de trigo, desta vez a Weis, ou seja, receita alemã sem frescuras ou adicionais de sabor. O trigo em seu estado natural com seus componentes tradicionais: água, lúpulo, leveduras e malte (de trigo).

    Possui 4,3% de teor alcoólico.

    Achei sem um gosto significante, ou melhor marcante. Para mim não tem uma identidade, porque por mais simples que seja a receita, cada cervejaria impõe sua identidade no impacto do sabor, e aqui não consegui encontrar, infelizmente, porque esta ideia da Bohemia em fabricar estes tipos de cervejas para os mais "exigentes" é válida. Uma pena, mas também é uma questão de gosto eu prefiro um sabor mais encorpado.

    Pelo que eu li e também visível no rótulo, é uma homenagem ao 14 Bis de Santos Dumont, e a homenagem é crível, porque é tão leve quanto o avião, só não faz você "plainar" de felicidade.

    Líquido amarelo claro de baixa turbidez. No copo, forma dois dedos de colarinho branco de longa duração.

    O resultado é uma cerveja inofensiva, que privilegia refrescância em detrimento do sabor.

    ResponderExcluir